O Município de Óbidos participou, entre os dias 13 e 18 de Janeiro, na Semana de Introdução do Projecto CELA (Connecting Emerging Literary Artists), que decorreu em Bruxelas, Bélgica, e que teve como objectivo dar início ao ambicioso plano de actividades previsto para os próximos quatro anos.

Durante estes dias, realizaram-se 18 reuniões, 22 masterclasses, 19 workshops de tradução, uma reunião de peritos e uma apresentação pública. Óbidos teve como responsabilidade realizar dois workshops de tradução e duas masterclasses com o tema “Literatura e Comunidade”, onde apresentou o caso de Óbidos como um exemplo de boas práticas.

Este encontro contou com 139 participantes de vários países da Europa: Portugal, Espanha, Itália, Eslovénia, Países Baixos, Bélgica, República Checa, Sérvia, Polónia e Roménia.

Óbidos fez-se representar pela gestora de projecto, Carla Pinho, e por uma equipa de escritores e tradutores, que representam Portugal no CELA, nomeadamente Patrícia Patriarca (escritora), Daniela Costa (escritora), Luís Brito (escritor), Lut Caenen (tradutora neerlandês-português), Katarzyna Ulma-Lechner (tradutora polaco-português), Barbara Jursic (tradutora esloveno-português), Ilija Stevanovski (tradutor sérvio-português), Miguel Martins (tradutor castelhano-português), Vasco Gato (tradutor italiano-português), Stepánka Sequeira Lichblau (tradutora checo-português) e Cristina-Ancuta Visan (tradutora romeno-português).

Este programa, que vai na sua segunda edição, decorrerá até 2023. O seu objectivo é o de aumentar a capacidade de uma nova geração de criadores literários para trabalhar numa escala internacional e para o público europeu. Permite uma cooperação transnacional intensiva entre escritores, tradutores e profissionais literários em início de carreira. O projecto proporciona um percurso de quatro anos (2019-2023) com formação, instrumentos e uma rede que visa tornar possível uma carreira internacional e estabelecer uma prática profissional integrada.

Fonte: Óbidos Diário